Últimas notícias de coronavírus de 11 de maio

Parque da Disney reabre na China, mas cidade que originou pandemia volta a registrar mais casos da Covid-19. Coreia do Sul em alerta com possível segunda onda de contágios. Parque temático da Disney em Xangai é reaberto nesta segunda-feira (11) com visitas limitadas
Sam McNeil/AP
A China informou na segunda-feira (11) cinco novos casos de coronavírus em Wuhan, foco da pandemia da Covid-19, um dia depois de anunciar a primeira infecção em mais de um mês na cidade
A metrópole de 11 milhões de habitantes, em quarentena por mais de dois meses no final de janeiro, foi bastante afetada pelo vírus, que infectou quase 83.000 pessoas e causou 4.633 mortes no país, segundo dados oficiais.
A China informou um total de 17 novos casos, 10 dos quais são infecções locais. É o segundo dia de um aumento de dois dígitos no número de infecções em um dia. Desde 1º de maio, eles eram mantidos em menos de três por dia.
Desses novos casos locais, cinco foram relatados no nordeste do país, perto da Rússia e da Coréia do Norte, levantando temores de novos surtos de contágio.
A cidade de Shulan, com cerca de 670.000 habitantes, ficou em quarentena depois de detectar pelo menos 11 casos no fim de semana, de acordo com a TV pública CCTV.
Não há relatos de mortes relacionadas ao novo coronavírus no país há quase um mês e a atividade econômica está gradualmente retomando.
O parque temático da Disney em Xangai reabriu nesta segunda-feira, enquanto as autoridades deram o aval na semana passada para a reabertura de cinemas e complexos esportivos em todo o país. As visitas serão limitadas e devem ser agendadas com antecedência.
Visitantes com máscaras andam pelo parque temático da Disney em Xangai, nesta segunda-feira (11)
Sam McNei/AP
Coreia do Sul
A Coreia do Sul registrou o maior número de casos de coronavírus em mais de um mês nesta segunda-feira (11), devido ao aparecimento de um surto de contágio em um bairro de vida noturna em Seul. Foram 35 novos casos, elevando o número total para 10.909, de acordo com o Centro Coreano de Controle e Prevenção de Doenças (KCDC).
O país, que em fevereiro foi uma das maiores fontes de contágio no mundo, é considerado um modelo na luta contra o vírus. Durante oito dos últimos 12 dias, o país registrou um aumento de um dígito no número de casos.
A normalidade começou a se restabelecer desde a semana passada, mas neste fim de semana, Seul, a província vizinha de Gyeonggi e a cidade vizinha de Incheon decretaram o fechamento de casas noturnas e bares, porque as autoridades temem uma segunda onda de contágio.
Na manhã desta segunda-feira, 85 pessoas infectadas tinham vínculos com um homem de 29 anos que testou positivo depois de frequentar cinco casas noturnas e bares em Itaewon. As autoridades municipais convocaram todos os que estiveram na área nas últimas duas semanas para serem submetidos a testes.
Tailândia
A Tailândia registrou seis novos casos de coronavírus nesta segunda-feira (11), elevando o total para 3.015 casos desde o início do surto em janeiro.
Os novos casos foram todos nas províncias do sul da Tailândia, incluindo quatro na ilha turística de Phuket e um em Narathiwat e Yala, disse Taweesin Wisanuyothin, porta-voz do Centro de Administração de Situações Covid-19 do governo.
Novos casos diários de um dígito levaram a Tailândia a reabrir cautelosamente algumas empresas fechadas para retardar a propagação do vírus. O número de mortos permaneceu em 56, enquanto 2.796 pacientes se recuperaram.
Coronavírus: como usar a máscara?
Initial plugin text
CORONAVÍRUS×


Fonte/Referência: G1

Matéria Incompleta? Link da Matéria Completa