Isolada por causa da pandemia, idosa recebe presentes de Dia das Mães durante carreata, em Curitiba

Emília Dultra Rodrigues, 89 anos, foi surpreendida pelos parentes na manhã deste domingo (10). Cerca de 20 carros participaram da homenagem na capital paranaense. Emília recebeu flores e presentes da família na calçada
Arquivo Pessoal
Uma família de Curitiba resolveu fazer uma carreta para homenagear e entregar presentes para um idosa neste domingo (10), de Dia das Mães. Emília Dultra Rodrigues, 89 anos, está isolada por causa da pandemia do novo coronavírus.
Dona Emília, que mora em Curitiba há mais de 40 anos, conta que deu à luz 16 filhos. Todos os anos, a família se reúne no Dia das Mães. Desta vez, por causa da pandemia, a homenagem precisou ser diferente.
Cerca de 20 carros passaram por Dona Emília para homenageá-la. A idosa conta que foi chamada para a calçada, achando que iria tomar um banho de Sol. No entanto, Emília ganhou um banho de carinho.
“Foi muito lindo, mas chorei, chorei. Me enganaram, eu não sabia de nada. Mandaram eu sentar na cadeira, daí de repente vieram os carros, buzinando. Coisa mais linda”, contou.
Cada carro que passava entregava uma rosa, ou um presente, além de amor para Emília. Para completar a festa, a família decorou os veículos com balões e também soltou foguetes.
Idosa se emocionou durante a homenagem
Arquivo Pessoal
Operação
A neta de Emília, Giovana Ribeiro Cabral de Oliveira, disse que toda a operação começou a ser montada há uma semana.
Como a família é grande, com parentes em outras regiões e estados, nem todos conseguiram participar presencialmente.
“Combinamos que quem não pudesse vir na carreta mandasse um vídeo. Então, recebemos vídeos de vários lugares. A família é muito grande, tem parente em São Paulo, em Minas Gerais”, disse.
Giovana contou que a avó estava triste por ter que passar o Dia das Mães isolada pela primeira vez. Por conta disso, a família resolveu armar a surpresa.
“A gente fica triste com essa doença que está dando por aí. Nunca aconteceu da gente ficar afastado da família, não é mesmo? Eu amo muito minha família”, disse Emília.
Família reunida durante o aniversário de 89 anos, em junho de 2019
Arquivo Pessoal
Veja mais notícias do estado do G1 Paraná.


Fonte/Referência: G1

Matéria Incompleta? Link da Matéria Completa