Contato com infectado coloca autoridades dos EUA em quarentena


Fauci, principal assessor científico do comitê de resposta à covid-19, está em quarentena
KEVIN DIETSCH/EPA/EFE – 12.04.2020
Três autoridades sênior que orientaram a resposta dos Estados Unidos à pandemia de <a href="http://noticias.r7.com/saude/novo-coronavirus" target="_blank" rel="noopener noreferrer"><strong>covid-19</strong></a> se colocaram em quarentena no sábado depois de entrar em contato com alguém que havia tido um teste positivo para a doença, disseram suas agências e seus porta-vozes.


Anthony Fauci, um membro de 79 anos do alto escalão da equipe de resposta ao coronavírus da Casa Branca, é considerado em risco relativamente baixo com base no grau de sua exposição, segundo um representante do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas.


Fauci, diretor do instituto, testou negativo para a infecção e continuará sendo testado regularmente, afirmou em comunicado por e-mail.






                      <div class="media_box embed intertitle_box">

<div class="content">Diretor do CDC</div>
<span class="author"></span>
Robert Redfield, diretor do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças, na sigla em inglês), "trabalhará remotamente pelas próximas duas semanas" após uma "exposição de baixo risco" na quarta-feira a uma pessoa na Casa Branca que tem a doença, informou o CDC em um comunicado.


Redfield tem 68 anos. Ele está "se sentindo bem" e não apresenta sintomas, acrescentou o comunicado.


Se for necessário ir à Casa Branca, Redfield seguirá as recomendações de segurança do CDC, como medir a temperatura, rastrear sintomas todos os dias, cobrir o rosto e distanciar-se, afirmou o CDC.






                      <div class="media_box embed intertitle_box">

<div class="content">Comissário da FDA</div>
<span class="author"></span>