Dois policiais militares são presos suspeitos de extorsão, em Ibiporã

Conforme a Corregedoria da PM, eles ameaçavam pessoas que deviam empréstimos; suspeitos estavam com uma arma sem registro, cartões, R$ 9 mil em dinheiro e R$ 7 mil em cheques. PMs são presos por extorsão
Dois policiais militares foram presos suspeitos de extorsão, em Ibiporã, no norte do Paraná, na noite de sexta-feira (8). Conforme a Corregedoria da PM, eles ameaçavam pessoas que deviam empréstimos.
Uma das vítimas procurou o Ministério Público e a Corregedoria, setor da Polícia Militar que investiga os próprios policiais, e contou que havia emprestado R$ 15 mil de militares, que não estava conseguindo pagar as parcelas e que estava sendo ameaçada.
Na sexta-feira, foi negociado o pagamento de uma parcela de R$ 300 e a entrega de cartões pessoais aos policiais, em uma praça no Centro de Ibiporã.
No momento da entrega em dinheiro, a equipe da corregedoria, que monitorava a negociação, prendeu em flagrante dois soldados da PM que estavam em horário de folga. Os militares não tiveram os nomes divulgados.
No momento da abordagem, os dois suspeitos estavam com um veículo que tinha sido recebido de outro devedor, segundo a corregedoria. Os militares também estavam com uma arma sem registro, diversos cartões, R$ 9 mil em dinheiro e R$ 7 mil em cheques.
Os policiais foram presos em flagrante e levados para o 5º Batalhão da Polícia Militar de Londrina, também no norte do estado.
Dois policiais militares são presos suspeitos de extorsão, em Ibiporã
Reprodução/RPC
Segundo a polícia, eles vão responder por agiotagem, que é o empréstimo ilegal de dinheiro, e também por extorsão, que é a cobrança forçada de forma intimidatória de valores emprestados.
“Faziam ameças para que fosse feito o pagamento, inclusive, ameaçando familiares, dizendo que faria algo contra filhos, pais. Também faziam esse tipo de exigência, que era obrigar a pessoa a entregar o cartão bancário ou cartão de benefício juntamente com a senha, para que eles realizassem diretamente esses saques”, explicou o tenente Marcus Mastine, auxiliar da corregedoria da PM de Londrina.
Militares estavam com uma arma sem registro, diversos cartões, R$ 9 mil em dinheiro e R$ 7 mil em cheques
Reprodução/RPC
Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.


Fonte/Referência: G1

Matéria Incompleta? Link da Matéria Completa