Na Itália, mortos pelo coronavírus são mais de 30 mil

País é o terceiro do mundo a ultrapassar a marca, depois de Estados Unidos e Reino Unido. Cruzes são vista em área chamada de Campo 87, onde cerca de 60 corpos não reclamados de pessoas que morreram de coronavírus foram enterrados no cemitério Maggiore, em Milão, na Itália
Miguel Medina/AFP
A Itália se tornou, nesta sexta-feira (8), o terceiro país a registrar 30 mil mortes pela Covid-19. Houve 243 novos óbitos anunciados, uma diminuição em relação aos números de quinta-feira.
Os Estados Unidos e o Reino Unido já haviam batido essa marca.
A marca é de 30.200 mortes, segundo a agência de proteção civil do país. A agência de proteção civil informa que cerca de 220 mil pessoas já foram infectadas pelo Sars-Cov-2 no país. É o terceiro maior número, atrás de EUA e Espanha.
O número diário de novas infecções caiu pouco –foram 1.327 anunciadas nesta sexta-feira, contra 1.401 na quinta-feira.
Alta do número total de mortes
A Itália registrou em março de 2020 uma alta de 49,4% no número de mortes em comparação com a média para o mês entre os anos de 2015 a 2019.
O governo fez um plano para uma reabertura em etapas. Os parques do país voltaram a funcionar nesta semana, mas as regras para distância social foram mantidas. Também passou a ser possível visitar família e se reunir, dentro de alguns limites, mas festas continuam proibidas.
O prefeito de Milão publicou uma nota nesta sexta-feira em que ameaçou fechar espaços públicos na cidade depois de ver imagens transmitidas pela TV que mostravam multidões socializando. “As imagens de ontem da região de Navigli (bairro da cidade) eram uma desgraça”, ele disse.
Brasil tem mais mortes de enfermeiros do que a Itália
O setor de construção e as fábricas também entraram em operação.
As lojas poderão reabrir as portas a partir do dia 18 de maio.
Bares e restaurantes podem vender comida e bebida para viagem, mas só poderão voltar a ser totalmente funcionais em junho.
No mundo, mortes chegaram a 270 mil
Na manhã desta sexta-feira, o número de registros de morte pela Covid-19 ultrapassou os 270 mil, segundo monitoramento da Universidade Johns Hopkins. O país com mais mortes são os Estados Unidos com mais de 75,6 mil mortes. O Brasil tem o sexto maior número.
Initial plugin text


Fonte/Referência: G1

Matéria Incompleta? Link da Matéria Completa