Governo autoriza abertura de PSS para contratar 1.394 mil guardas prisionais no Paraná

Inscrições custam R$ 75 e começam em 19 de maio; vagas são de trabalho temporário de um ano, podendo ter prorrogação por igual período. De acordo com o edital, os guardas prisionais terão como atribuição orientar, vigiar, fiscalizar, revistar e conduzir os detentos de unidades penais e cadeias públicas
Agência de Notícias do Paraná/Divulgação
O governo estadual autorizou nesta sexta-feira (8) um Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação temporária de 1.394 guardas prisionais no Paraná. As inscrições custam R$ 75 e vão de 19 a 29 de maio, no site da organizadora.
Segundo o edital, a seleção vai ocorrer em duas etapas. A primeira é a seleção de títulos, seguida pelo exame de investigação de conduta. Confira o edital do PSS.
O salário é de R$ 3.055,69, e a seleção é válida por um ano, podendo ser prorrogada por igual período. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais. O processo seletivo é conduzido pelo Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC/UFPR).
De acordo com o edital, os guardas prisionais terão como atribuição orientar, vigiar, fiscalizar, revistar e conduzir os detentos de unidades penais e cadeias públicas. A escolaridade mínima exigida é ensino médio completo.
Ainda conforme o edital, o PSS vai contratar 1.167 homens e 227 mulheres para trabalhar em nove regiões do estado. Veja abaixo:
283 vagas na região de Curitiba;
279 para Londrina;
208 para Cruzeiro do Oeste;
168 para Foz do Iguaçu;
150 para Maringá;
127 para Ponta Grossa;
76 para Cascavel;
65 para Guarapuava;
38 para Francisco Beltrão.
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.


Fonte/Referência: G1

Matéria Incompleta? Link da Matéria Completa