Trump liga para presidente do Chile e oferece ajuda para enfrentar pandemia de Covid-19

Na América do Sul, presidente dos EUA já telefonou para oferecer ajuda a líderes da Bolívia e do Paraguai. Piñera diz que colocou Chile na ‘pole position’ na entrega de vacinas. Presidente dos EUA, Donald Trump, recebe enfermeiros para cerimônia nesta quarta-feira (6) na Casa Branca
Tom Brenner/Reuters
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, telefonou para seu colega chileno, Sebastián Piñera, nesta quinta-feira (7) para oferecer ajuda na luta contra o novo coronavírus, informou a Casa Branca.
“O presidente Trump ofereceu a assistência dos Estados Unidos ao Chile para disponibilizar cuidados intensivos aos seus cidadãos”, disse o vice-secretário de imprensa, Judd Deere.
O funcionário não especificou se estava se referindo a vendas de equipamentos ou doações. Segundo a Casa Branca, “os dois líderes discutiram as estratégias que seus países adotaram para conter a pandemia”, que no Chile soma 24.581 casos confirmados e 285 mortes.
Trump elogiou a “abordagem proativa e equilibrada do Chile para proteger a saúde e os meios de subsistência dos chilenos”.
Sebastián Piñera, presidente do Chile, prepara-se para discursar
Esteban Felix/AP Photo
Depois, Piñera disse que conversou com Trump sobre colocar o Chile em uma “posição privilegiada” para que uma vacina chegue ao país sul-americano a tempo de conter a epidemia.
“Entramos em contato com os principais projetos, então quando a vacina estiver pronta, o Chile vai estar na ‘pole position'”, disse.
Segurança mede a temperatura de cliente durante reabertura de shopping center em Santiago, no Chile, em 30 de abril
Martin Bernetti/AFP
Na quarta-feira, dois meses após o primeiro caso registrado no Chile, o governo endureceu a quarentena na capital, Santiago, e em 12 municípios, devido a um aumento de casos.
Nos Estados Unidos — o país no mundo onde há mais mortes pela pandemia, cerca de 75 mil — Trump defende uma maior abertura, depois de um forte aumento no desemprego.
Paraguai e Bolívia
Enfermeira do Ministério da Saúde do Paraguai testa homem que retornou do exterior em Luque neste sábado (2)
Jorge Saenz/AP Photo
No fim de semana, Trump telefonou para os presidentes de Bolívia e Paraguai para oferecer ajuda no combate ao novo coronavírus.
A Casa Branca não detalhou que tipo de assistência seria essa, mas o presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez, disse que o norte-americano anunciou doação de respiradores ao país sul-americano.
Initial plugin text


Fonte/Referência: G1

Matéria Incompleta? Link da Matéria Completa