Coronavírus: Prefeitura de Ponta Grossa determina que UPA infantil não atenda mais crianças

Em casos urgentes, pacientes devem ser levados ao Hospital da Criança. Medida, que é temporária, visa evitar contato com pessoas com suspeita da Covid-19. Atendimentos urgentes passam a se concentrar no Hospital da Criança, em Ponta Grossa.
Carla Yarin/RPC Ponta Grossa
A Prefeitura de Ponta Grossa determinou que o atendimento infantil de casos urgentes da cidade não aconteça, temporariamente, na Unidade de Pronto Atendimento Infantil e se concentre no Hospital da Criança, a partir desta quinta-feira (26).
A medida, segundo a Fundação Municipal de Saúde (FMS), visa evitar o contato das crianças com pacientes com suspeita de coronavírus, que têm sido atendidos na UPA.
Na quarta-feira (25), a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) informou que o Paraná tem 97 casos suspeitos de coronavírus. Três destes casos são de Ponta Grossa.
Segundo a FMS, a medida é preventiva e temporária.
Para os casos que não são urgentes, a prefeitura recomenda que os pacientes procurem as Unidades Básicas de Saúde dos bairros para que não haja aglomeração de pessoas nos locais.
Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.


Fonte/Referência: G1

Matéria Incompleta? Link da Matéria Completa