Cettrans amplia serviço de ônibus para funcionários de supermercados e da indústria, em Cascavel

Segundo a companhia, por causa do novo coronavírus, o transporte coletivo podia ser utilizado apenas pelos profissionais da saúde. Nova medida começou a valer nesta quinta-feira (26). Segundo a Cettrans, ônibus funcionarão com metade da capacidade de lotação para evitar aglomeração, em Cascavel
Prefeitura de Cascavel/Divulgação
A Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito (Cettrans) de Cascavel, no oeste do Paraná, ampliou o atendimento do transporte coletivo nesta quinta-feira (26). Os ônibus também poderão transportar profissionais que trabalham em supermercados e na indústria.
De acordo com a Cettrans, o transporte coletivo foi suspenso na segunda-feira (23) para o público em geral por causa do novo coronavírus. Desde então, a frota só podia ser utilizada pelos profissionais da saúde como medida de prevenção.
Paraná tem 106 casos confirmados do novo coronavírus
Veja os serviços afetados por causa da Covid-19
Os ônibus estão funcionando apenas em horário de pico e, segundo a companhia, a nova tabela está disponível no site.
Conforme a Cettrans ainda, a frota funcionará com 33 veículos, entre às 5h40 e 20h40, de segunda-feira a sábado.
Para utilizar o veículo, segundo a companhia, os passageiros deverão comprovar que trabalham com um dos serviços essenciais permitidos. O funcionário deverá apresentar um holerite ou crachá da empresa.
A fiscalização no terminal será realizada pelos funcionários da companhia.
Antes das medidas de prevenção ao novo coronavírus, a frota do transporte coletivo da cidade circulava com 135 veículos, com uma média de 70 mil passageiros nos dias úteis.
Medidas de prevenção
Os ônibus deverão circular com até 35 passageiros, o que representa metade da capacidade de lotação do veículo, segundo a prefeitura.
De acordo com a companhia, os usuários deverão manter distância de pelo menos 1,5 metro entre eles, para respeitar a capacidade de lotação e evitar aglomeração de pessoas.
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.


Fonte/Referência: G1

Matéria Incompleta? Link da Matéria Completa