Coronavírus: UFPR prorroga suspensão das aulas até 2 de maio

Inicialmente, aulas estavam suspensas até 30 de março. Reitor afirmou que instituição ainda discute alternativas para realização de atividades acadêmicas remotamente. UFPR diz que despesas comuns, como contas de água e luz, serão diretamente atingidas pelo bloqueio
Divulgação/UFPR
A Universidade Federal do Paraná (UFPR) anunciou a prorrogação da suspensão das aulas até o dia 2 de maio.
O anúncio foi feito pelo reitor da universidade, Ricardo Marcelo Fonseca, no domingo (22), em um vídeo gravado de casa. Inicialmente, as aulas na UFPR tinham sido suspensas até 30 de março.
Veja as universidades do Paraná que suspenderam as aulas presenciais
De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) no domingo, o Paraná tem 54 casos confirmados de coronavírus. As estatísticas do Ministério da Saúde apontam que há 50 casos confirmados da Covid-19 no estado.
Segundo o reitor, a prorrogação se deu porque “este é um período em que o isolamento social se faz mais necessário do que nunca”.
Atividades remotas
De acordo com Fonseca, existem conversas na universidade para que atividades acadêmicas sejam feitas remotamente, mas que a discussão tem sido feita “com calma”.
Veja o que foi cancelado ou adiado no Paraná
“A complexidade da nossa universidade, a necessidade de respeito à autonomia docente, e levando em conta as largas parcelas discentes que ainda não têm a inclusão digital dada sua vulnerabilidade econômica, tudo isso exige mais tempo”, afirmou o reitor.
Segundo ele, qualquer solução de atividade acadêmica remota só vai funcionar “se comprometer a todos”.
Trabalho em casa
Desde sexta-feira (20), todos os servidores técnico-administrativos, professores, estagiários e terceirizados da UFPR fazem trabalho remoto.
Segundo a universidade, apenas funcionários autorizados pela reitoria podem acessar os prédios da instituição. Estes colaboradores só podem ir até a universidade para realizar atividades “essenciais e urgentes”.
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.


Fonte/Referência: G1

Matéria Incompleta? Link da Matéria Completa